137º aniversário da morte de Maria Josefa Recio

137º aniversário da morte de Maria Josefa Recio
No dia 30 de outubro celebramos a vida e o legado hospitaleiro de Maria Josefa Recio, cofundadora da Congregação das Irmãs Hospitaleiras.

Neste ano completam-se 137 anos da morte da cofundadora. Toda a Comunidade Hospitaleira une-se para esta celebração, relembrando o seu enorme trabalho e dedicação pela Instituição.

A sua vida foi curta, mas frutífera, o seu exemplo continua a ser uma luz que brilha desde o céu da Hospitalidade.

 

Venerável Maria Josefa Recio

Maria Josefa Recio nasceu em Granada, Espanha, no dia 19 de março de 1846. A sua educação familiar e cristã transformaram-na num modelo de jovem e esposa. Contrai matrimónio e fica viúva aos 33 anos.

Desde 1871 vive uma amizade humana e espiritual profunda com Maria Angustias Gimenez. No dia 21 de junho de 1880, ambas deixam Granada e partem em direção a Ciempozuelos (Madrid - Espanha). Aqui, sob as orientações do Padre Menni, tomam o hábito, dando início à fundação da Congregação, no dia 31 de maio de 1881.

Maria Josefa Recio foi a primeira Superiora Geral da Congregação e faleceu vítima da sua caridade heroica, consequência dos golpes recebidos por uma mulher doente, no dia 30 de outubro de 1883.

O seu legado está presente no seu testamento espiritual e no exemplo da sua vida, que permanece vivo na Congregação.

No dia 10 de maio de 2012, Bento XVI reconhece por decreto que, Maria Josefa Recio, cofundadora da Congregação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, viveu as virtudes cristãs de uma forma heróica, declarando-a VENERÁVEL.

 

 

Testamento Espiritual de Maria Josefa Recio

Amai-vos sinceramente umas às outras, perdoando-vos reciprocamente

por amor ao Senhor…

Não vos magoeis com as ofensas que, por fraqueza, qualquer de vós cause a outra…

Onde se encontrem duas, sirvam de edificação mútua...

Tende muita caridade e paciência com as pobres doentes, sendo para elas verdadeiras mães, pois, muitas vezes, não compreendem nada do que fazem e dizem…

Coragem, minhas Irmãs, no Céu pedirei por vós e digam às que vierem que as quero a todas.

Sexta, 30 de Outubro de 2020